• Um projeto para unir educação, cidadania e solidariedade

    Um projeto para unir educação, cidadania e solidariedade

    Clube da Escola Viva de Iúna pretende arrecadar doações para o Hospital Evangélico

    Desde que foi sancionada a Lei Complementar que cria o Programa Escola Viva, em 2015, os alunos da rede pública estadual têm a oportunidade de passar mais tempo na escola, aprendendo não somente as disciplinas obrigatórias, mas também enriquecendo seus currículos com atividades extras. Entre as opções estão os clubes que podem ser de fotografia, de estudos, de música e até mesmo de solidariedade.

    Pensando nisso, alunos da Escola Viva Henrique Coutinho, em Iúna criaram o Clube SOS Merco I, que visa realizar ações junto à comunidade para arrecadar alimentos, material de limpeza e higiene e também incentivar a doação de sangue e leite humano para o Hospital Evangélico.

    A presidente do Clube, Solene Gomes, disse que cerca de 30 alunos irão trabalhar com três municípios, Iúna, Irupi e Ibitirama, que encaminham pacientes para o HECI. “Foi através da observação de como o Hospital atua no atendimento aos pacientes de nossa região e também a Casa de Apoio, que recebe quem precisa ficar mais tempo em Cachoeiro e não tem onde ficar, que decidimos juntar a necessidade de formar jovens mais solidários e também ajudar a quem nos ajuda”, disse. Segundo Solene, a campanha para chamar doadores de sangue e leite também surgiu a partir da observação dos alunos.

    Os alunos do Clube Merco I serão divididos em grupo e as campanhas serão executadas simultaneamente. Essa semana a presidente teve o primeiro contato com a instituição, sendo recebida pela Gerente de Relacionamento Shirley Dias, que adorou a ideia. Eles já estão se organizando e quem quiser contribuir, a partir do próximo dia 05 de fevereiro já pode procurar a Solene e todos os integrantes do Clube na escola para colaborar com o projeto.