• Setor de obras do Hospital Evangélico não parou com a pandemia

    Setor de obras do Hospital Evangélico não parou com a pandemia

    Que a pandemia mexeu e mexe com a rotina de muitas pessoas e funcionamento de muitas empresas, isso é verdade. Aqui no Hospital Evangélico de Cachoeiro de Itapemirim (HECI), temos trabalhado para que isso seja minimamente sentido pela população.

    Um dos setores que não sofreu mudanças com a pandemia foi o setor de obras, que continua executando seus serviços. De acordo com a arquiteta da instituição, Isabela Romanelli, atualmente estão em andamento grandes obras: a reforma da Hemodinâmica, 10 leitos emergenciais do pronto socorro e a nova sede da quimioterapia e do banco de sangue. Além da obra do local que abrigará a máquina de cintilografia. “Sentimos os impactos da pandemia apenas no começo quando as lojas estiveram fechadas e não tínhamos fornecedores de insumos. Mas logo começaram a trabalhar em regime de delivery então resolvemos nosso problema”, ressalta Isabela.

    Segundo ela, o setor ainda sente bastante o impacto financeiro uma vez que devido a pandemia, os preços de alguns itens subiram um pouco e os recursos tiveram que ser redirecionados a medicamentos e outras materiais emergências a assistência aos pacientes. Porém as obras caminham com prazos mais longos para não perderem a qualidade.

    A arquiteta disse que os novos leitos do pronto socorro devem ser entregues em um prazo de duas semanas. As outras obras que devem demorar um pouco mais, porém ela acredita, que estejam finalizadas ainda este ano.