• Hospital Evangélico comemora melhorias em UBS com chegada de Residentes

    Hospital Evangélico comemora melhorias em UBS com chegada de Residentes

    O Hospital Evangélico de Cachoeiro de Itapemirim (HECI) credenciou pelo MEC em 2018 o Programa de Residência Médica em Medicina da Família e Comunidade (MFC), em parceria com a Prefeitura de Cachoeiro de Itapemirim, com intuito de investir na atenção primária, na prevenção e na conscientização em saúde para desafogar os hospitais e outros estabelecimentos da saúde pública. Tendo em vista ser uma especialidade médica que engloba a prestação de cuidados personalizados e continuados a indivíduos e famílias de uma determinada população, independentemente de idade, sexo ou problema de saúde, o programa reúne ações de promoção e recuperação da saúde em situações agudas ou crônicas.

    Apenas três meses após o início da primeira turma, já é possível observar melhorias no atendimento à população segundo Dra. Andressa Furtado, médica coordenadora da Unidade Básica de Saúde (UBS) do Bairro Amaral, onde atuam as médicas residentes. Segundo a médica não há mais filas para agendamento de consultas e o tempo de espera também está bastante reduzido o que gerou uma satisfação geral da comunidade.  Além disso, a chegada das residentes trouxe um atendimento diferenciado com um olhar não somente para a patologia, mas sim para a problemática da pessoa que procura a Unidade.

    Por meio da parceria com a Secretaria Municipal de Saúde (SEMUS) e a maior integração com a equipe de trabalhadores de diferentes áreas da UBS, tem sido possível a criação de vínculo com os usuários, gerando atendimentos mais acolhedores e resolutivos, fortalecendo os princípios e diretrizes da Humanização, um dos norteadores das Políticas Públicas de Saúde do SUS.

    Toda essa inovação chamou atenção do jovem médico residente em MFC pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Dr. Fagner Paulo da Silva. Em seu último ano, ele optou por fazer um estágio optativo no Hospital Evangélico. “Sou de Cachoeiro e tenho vontade de voltar para cá então decidi vir conhecer o serviço de atenção primaria aqui e acredito que o serviço está no caminho certo”, disse. Ele também observou melhora nos atendimentos à população da UBS do bairro Amaral devido à chegada da Residência em MFC. “Ao longo desse mês eu pude ver melhora tanto na organização estrutural quanto no funcionamento dos serviços prestados.”

    Dr. Fagner é o primeiro médico residente de MFC a escolher o HECI para cumprir estágio optativo como parte de sua especialização. O grande objetivo é conhecer outra instituição que tenha a ver com a área e adquirir experiências e vivências. Os tramites são feitos através do próprio residente, que entra em contato com a intuição interessada. Sendo aceito, ele comunica a sua intuição que organiza o seu envio.  Pouca burocratização em prol do conhecimento e melhor atendimento ao paciente.