• Fique em dia com a saúde no calor

    Fique em dia com a saúde no calor

    Nutricionista Talita Mozer

    Oficialmente, o verão se encerra em 20 de março. Até lá, vamos enfrentar as altas temperaturas durante todo o dia com os termômetros alcançando a marca dos 35 graus com sensação térmica ainda maior. E as recomendações para aproveitar este clima escaldante sem descuidar da saúde continuam valendo. Principalmente quando o assunto é a alimentação, o que pode provocar visitas inesperadas às salas de emergências seja pela intoxicação alimentar ou por uma desidratação.

    As nutricionistas do Hospital Evangélico de Cachoeiro de Itapemirim Jaqueline Calvi e Talita Mozer explicam como combinar alimentação leve e saudável com o forte calor e ainda assim ficar em dia com a saúde.

    No calor as pessoas tendem a comer mais ou não? 

    Os dias quentes geralmente provocam uma inibição da fome, causada pelo calor excessivo. Esta falta de apetite pode levar a períodos prolongados de jejum, que devem ser evitados por inibir a disposição e o bem-estar.

    Existem alimentos nocivos à saúde nesta época do ano?

    Alimentos com alta densidade calórica como frituras e alimentos muito gordurosos, excesso de sal (salgadinhos, petiscos), excesso de calorias e açúcar (doces, chocolates,

    Nutricionista Jaqueline Calvi

    bolos recheados, sorvete de massa, caldas e complementos) são mais difíceis de serem digeridos, podem causar desconforto e mal-estar.Excesso de bebidas alcoólicas, que contribuem para a desidratação e são rapidamente absorvidas, promovendo o acúmulo de gordura no organismo.

    A hidratação é sempre muito importante no verão. Quais as formas mais recomendadas de hidratação?

    No calor transpiramos mais e precisamos repor constantemente essa perda, para que não cause a desidratação. As recomendações de ingestão hídrica variam conforme uma série de fatores (idade, peso, sexo, nível de atividade física, clima) e a hidratação pode ser feita ingerindo água (principalmente), água de coco (fonte de sais minerais), chás naturais gelados e sucos naturais (fonte de vitaminas e minerais), verduras e frutas.

    Comer alimentos leves é a dica de ouro. Mas o que seriam os alimentos leves?

    Devemos dar preferência a consumir alimentos ricos em água e de fácil digestão, como preparações a base de frutas, saladas, legumes, cereais integrais que são fontes de fibras e carnes magras.

    Quais as dicas que podem nos dar para quem quer ter uma alimentação saudável e fugir de problema como a gastroenterite?

    É preciso atentar-se com a procedência dos alimentos e com a sua higiene no manuseio e preparação. O calor favorece o desenvolvimento de bactérias, aumentando as chances de certos tipos de contaminação dos alimentos. Por isso, é necessário comprar e consumir produtos de lugares confiáveis, além de manter as compras bem estocadas e higienizadas.Aproveite a estação mais esperada do ano com saúde e tranquilidade ao cuidar da sua alimentação e hidratação.