• Entenda o que é a Diabetes, a doença silenciosa

    Entenda o que é a Diabetes, a doença silenciosa

    14 de novembro é o Dia Mundial do Diabetes, uma doença que afeta quase 7% da população nacional, segundo dados da Organização Mundial de Saúde, e que se não controlada pode trazer danos irreparáveis ao corpo e à saúde.

    A diabetes é uma doença grave que pode atingir qualquer pessoa e que exige acompanhamento pela vida inteira.

    A doença ocorre quando o pâncreas não produz insulina suficiente – o hormônio que controla a glicose no sangue e fornece energia ao organismo – ou quando o corpo não consegue mais utilizar de maneira eficaz a insulina que produz. A glicose não é ruim. É o combustível de todas as células do corpo. Mas, para serem capazes de usar essa glicose, os diversos tecidos do corpo precisam da ação da insulina. As complicações da diabetes – em decorrência da deficiência desse hormônio – podem levar a ataques cardíacos, derrames, cegueira, insuficiência renal e à amputação do pé ou da perna.

    O médico endocrinologista João Antônio Fernandes Oliveira explica que a grande causa da diabetes é o excesso de peso. “É uma doença bem perigosa pois normalmente não apresenta sintomas. Mas eles estão lá. 50% das pessoas não percebem quando a doença se instala mas sentir muita sede, fraqueza, diurese excessiva, vista embaçada, perda de peso, podem indicar que a diabetes está chegando”, comenta.

    Segundo o endocrinologista, a dica de ouro é manter hábitos saudáveis. “ é fundamental procurar um médico ou nutricionista para orientação de como manter uma dieta adequada, praticar atividade física de intensidade moderada, ao menos por 30 minutos por dia”, ressalta.

    A diabetes não tem cura, mas, se bem controlada, a pessoa pode levar uma vida normal. É uma doença crônica perfeitamente controlável, e quanto mais cedo for diagnosticada e a redução dos fatores de risco intensamente trabalhada, outras complicações poderão ser evitadas.

    O dia

    O dia foi criado em 1991 pela Federação Internacional de Diabetes (IDF) junto à Organização Mundial de Saúde (OMS) com o objetivo de conscientizar a todos sobre os problemas associados à doença, como alta mortalidade por doenças cardiovasculares, AVC, insuficiência renal, perda da visão, alteração de sensibilidade nos membros inferiores e consequentes úlceras e amputações.